Educação Financeira para todos

Sim! O tão sonhado dia chegou: você vai receber seu primeiro salário. Para que a quantia não desapareça em um piscar de olhos, que tal planejar e aprender como economizar dinheiro? Aqui você encontra um passo a passo. Hora de começar!

Desafio do primeiro salário: aprenda a usá-lo de forma inteligente

1. Qual o seu salário?
A pergunta mais importante para o seu planejamento é: quanto, efetivamente, você vai receber? Para a resposta, há algumas informações que você precisa apurar: se a empresa paga o valor de uma vez ou faz um adiantamento, qual a data de pagamento e qual o valor líquido, ou seja, o que será pago a você, depois dos descontos.

Um dos principais descontos no salário se refere à contribuição para a Previdência Social (INSS). O percentual de contribuição está relacionado à faixa salarial do empregado. A tabela de referência muda anualmente e pode ser acessada no site:
http://www.previdencia.gov.br/

Outro desconto comum no salário é o Imposto de Renda. O valor a pagar também muda de acordo com a faixa salarial. Para acesso à tabela de cálculo, visite o site da Receita Federal:
http://idg.receita.fazenda.gov.br/acesso-rapido/tributos/irpf-imposto-de-renda-pessoa-fisica

Mais descontos
Há também a contribuição sindical, que é anual e cujo valor corresponde a um dia de trabalho. Em seu salário, podem ser descontadas também eventuais faltas não justificadas, bem como alguns benefícios, tais como plano de previdência, plano de saúde, vale-refeição e vale-transporte etc.

O ideal é informar-se bem, junto ao Departamento de Recursos Humanos, quanto ao que você deve receber, visando esclarecer todas as suas dúvidas. Assim consegue se planejar melhor!

2. Quais são suas despesas mensais?
Embora esteja começando agora a receber seu próprio dinheiro, há despesas com as quais você já se responsabiliza? Este é um bom momento para elaborar uma planilha de orçamento.

Mesmo não tendo muitas informações hoje para incluir, o ideal é atualizar sua planilha mês a mês, assim vai criando o hábito de cuidar das suas contas!

Lembre-se sempre: o seu ponto de partida é a sua receita, ou seja, quanto você ganha. Não gaste mais do que recebe de salário!

3. Você tem dívidas?
Sabendo do novo emprego, você parcelou compras ou assumiu alguma dívida? Apure este valor com a máxima atenção.

Recomendação importante: só utilize o dinheiro quando ele efetivamente estiver na sua conta. Não conte com a quantia antes da hora! Pense só: e se você estimasse, erroneamente, receber R$ 2 mil, mas, na prática, fosse depositado na sua conta R$ 1.400, como faria?

4. Realize-se!
Com organização, controle e planejamento, você pode destinar uma parte do seu salário para realizar alguns pequenos sonhos de consumo: uma calça jeans ou qualquer outra peça de vestuário que você namore há um tempão, um jantar diferente em família etc.

Mas não se esqueça de guardar dinheiro, criando esse hábito desde o início. Se não for possível neste primeiro mês, ou no segundo, prepare-se e estabeleça uma meta de poupança, que pode ser bem pequena no início, não importa. O que vale é começar. Sucesso!

Desafio do primeiro salário: aprenda a usá-lo de forma inteligente

Share