Educação Financeira para todos

A compra da casa própria é um passo importante, que exige o máximo de planejamento financeiro, principalmente se a ideia é financiá-la.

Financiamento

Antes de visitar imóveis e se sentir atraído pelas diversas opções, faça um bom levantamento de suas contas, do quanto tem disponível para esta decisão, qual o valor da parcela que cabe no seu orçamento e tenha consciência de que o pagamento exigirá esforço de longo prazo.

Faça uso responsável do crédito. O recomendado é evitar comprometer mais de 30% da sua renda líquida com dívidas. Sim! Quando você financia algo, está assumindo uma dívida, um compromisso que tem prazo para ser cumprido.

Condições de financiamento
A Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br) anunciou em março deste ano medidas de incentivo ao crédito imobiliário. A medida teve como objetivo estimular o setor, bastante afetado pelo cenário econômico atual.

Utilizando recursos do FGTS, o banco ampliou a cota para aquisição de usados e do segundo imóvel.

O percentual financiável de imóveis usados, que variava de 40% a 60%, foi ampliado para até 80% do valor total do imóvel.

A Caixa retomou também as operações de crédito para aquisição do segundo imóvel com as mesmas taxas de juros e prazos oferecidas para quem compra o primeiro.

Já o limite de financiamento de imóveis novos é de 90% do total do valor. Os imóveis podem ser financiados em até 30 anos.

Novo ou usado?
A taxa de juro pode variar entre um financiamento e outro. A documentação exigida também é diferente, sendo menos rigorosa para os imóveis novos, que sinalizam mais facilmente vida útil longa e compatível com prazo do financiamento.

Já os imóveis antigos precisam ser melhor avaliados, de forma a  determinar se sua vida útil está compatível com a expectativa do financiamento.

Pesquisa é o melhor caminho
Antes de optar pelo financiamento, a orientação é pesquisar os custos envolvidos e as condições oferecidas tanto pela Caixa, quanto pelos bancos privados.

É bastante comum encontrar taxas de juro diferentes de uma instituição para outra, bem como o percentual do valor a ser financiado. Pesquise, negocie, reflita antes de decidir!

Financiamento

Compartilhar