Atualização de privacidade

Lançamos nosso Centro de Privacidade e atualizamos o Aviso de Privacidade. Saiba mais. >

Educação Financeira para todos

Resultado positivo! Por mais que sua vontade seja de comprar tudo bem depressa para o seu primeiro filho, tenha calma e planeje-se!

Lista de compras

Neste momento, o melhor caminho é analisar o orçamento familiar, regularizar eventuais pendências financeiras e identificar formas de economizar dinheiro.

Assim, você aproveita os meses iniciais de gestação para poupar recursos. Caso já tenha uma reserva com essa finalidade, pode assim reforçá-la. 

O ideal é que tudo esteja em ordem até o 7º ou 8º mês da gravidez. No início, geralmente os sintomas são mais evidentes e você sente mais as alterações hormonais. Aproveite este período para descansar mais, e planejar enquanto isso! 

Por volta do 4º mês (não é uma regra, tudo depende da disposição da futura mamãe), você pode iniciar as compras, tanto do enxoval quanto dos móveis, considerando que, neste caso, você estará sujeita aos prazos de entrega e de montagem. 

Antes das compras, faça a sua lista. Ela vai ser sua aliada na economia, junto com mais dois itens: pesquisa de preços e... bom senso! 

Do que um bebê precisa?
Os bebês crescem bem depressa: um macacão tamanho RN (recém-nascido) pode durar apenas dias! Então, fique atenta à quantidade de itens e à numeração escolhida.

Ninguém pode acertar, com precisão, o tamanho que o bebê vai ter ao nascer. Sendo assim, a melhor solução é comprar peças tamanho RN e P.

Opte por peças práticas e confortáveis. Por mais fofas que sejam, evite as roupas enfeitadas com pompons, babados, zíper e capuz, que podem incomodar bastante o sono do bebê. Da mesma forma, substitua os casaquinhos e mantas de lã por peças de algodão. São mais fáceis de lavar e evitam alergia. 

Calor ou frio?
Em qual estação do ano o seu bebê vai nascer? Esta resposta lhe dá um direcionamento do tipo de roupa a comprar neste início. Como o bebê ficará no aconchego de casa por um bom tempo, nada de exagerar nas peças de inverno. E lembre-se: o bebê pode não sentir o mesmo frio que você sente, então evite aquecê-lo demais.

Você tem espaço?
Muitas mamães se empolgam em comprar tantas roupinhas, que depois entram em desespero para guardar tudo, em função da falta de espaço. Isso sem contar o número de presentes que um bebê ganha ao nascer. São familiares e amigos homenageando sua chegada!

Por essas e outras, não erre na dose!

Filtre a voz da experiência!
Ao anunciar sua gravidez, você vai ter por perto muita gente querendo dar conselhos e contar um pouco da experiência pessoal. Filtre tudo e não se importe muito com o que ouvir.

No entanto, há sempre aquela amiga, ou familiar, prática e descolada, que já passou por isso e pode ajudar. Se você tem pessoas assim por perto, procure consultá-las. Certamente lhe trarão experiências interessantes, que você poderá aplicar: melhor loja para comprar roupas de bebê, itens do enxoval que foram desnecessários etc.

Que tal uma lista básica?
Para você iniciar o seu planejamento, confira aqui uma lista com os principais itens para o seu bebê: 

Enxoval Básico

  • Bodies de mangas curtas e longas: 6 peças de cada tipo
  • Culotes: 6 peças
  • Meias: 3 pares
  • Macacões: 8 peças – 4 tamanho RN e 4 tamanho P
  • Casaquinhos de lã: apenas 2 peças. Se você preferir, substitua pelos de plush ou soft, quentinhos e confortáveis!
  • Fraldas de tecido: 10 peças (sendo algumas delas de boca, aquelas menores)
  • 2 toalhas com capuz
  • 2 toalhas-fralda (elas têm o tecido bem molinho)
  • 3 conjuntos de lençóis para o carrinho
  • 3 conjuntos de lençóis para o berço
  • 1 kit de protetor de berço (ou 2, para garantir)
  • 2 mantas (uma leve e outra mais quente)

Artigos de Higiene
Além do kit (aqueles potinhos para guardar os itens de higiene), você vai precisar de: algodão, lenços umedecidos, sabonete neutro, aspirador nasal, tesoura para cortar unhas, creme para assaduras, escova e pente para o cabelo. E fraldas descartáveis, claro!

Neste caso, não exagere na quantidade: seu bebê pode ser alérgico à determinada marca, ou você pode não se dar bem com a que todos indicaram. Cada bebê é de um jeito!

Acessórios
Entram na lista banheira, babá eletrônica, cadeirinha para o carro e carrinho de passeio. Para esses dois últimos itens, atenção: evite comprar peças muito grandes, principalmente se você mora em apartamento e tem ambientes pequenos. As cadeirinhas de carro que podem ser utilizadas também como bebê-conforto são boa alternativa. 

Móveis
Os principais itens são o berço (opte por aqueles que se transformam em minicamas depois, assim você utiliza por mais tempo) e a cômoda com trocador. 

Você pode incluir no quarto, dependendo do espaço disponível, uma cama de solteiro, armário e poltrona para amamentar.

Muito importante: respeite o tamanho do ambiente e pense na facilidade de circulação no local, além da praticidade para limpar.

Lista de compras

Compartilhar