Educação Financeira para todos

31JULHO2017 - A decisão de sair da casa dos pais e morar sozinho nem sempre é fácil. Antes de declarar sua independência, você terá de juntar dinheiro para isso. E tudo isto exige tempo e planejamento.

Como economizar para sair da casa dos pais?

Educação Financeira
Além das despesas com o imóvel (seja ele comprado ou alugado), você terá os gastos com reforma (se necessária), móveis e eletrodomésticos. Já morando em seu novo lar, virão os custos mensais de condomínio, luz, água, telefone, gás, entre outros. Isso sem falar da contratação de alguém para lhe ajudar na limpeza e nos cuidados com sua roupa.

Como você pode perceber, a decisão envolve mudança de consciência sobre educação financeira. Para conseguir êxito no desafio, são necessários alguns requisitos mínimos: criatividade (para driblar as dificuldades e improvisar na economia), determinação (para seguir em frente nestes objetivos), organização (para manter sua casa e seus compromissos em ordem) e muito trabalho (afinal, é com ele que você poderá custear suas despesas).

Existem alternativas!
Para alguns, a necessidade de preservar seu espaço vale todo o esforço. Já para outros, a opção de dividir um imóvel com amigos é a melhor alternativa como primeiro passo para a independência.

Neste caso, os custos se tornam menores, em razão da divisão cautelosa das despesas. Contudo, é preciso lembrar que, para esta alternativa efetivamente dar certo, é preciso boa dose de afinidade, sintonia e respeito entre os moradores.

Faça um test drive antes da transição
Muitos jovens têm optado por prorrogar o tempo de permanência na casa dos pais. Como acabam gastando menos, conseguem manter certas comodidades, como bancar o carro próprio e realizar viagens de férias mais frequentes.

Incluem-se aqui pessoas perto dos 30 anos de idade, muitas vezes profissionais bem-sucedidos e com boa remuneração, que preferem abrir mão do “voo solo” para guardar dinheiro e ainda investir em novos cursos de especialização, aplicações financeiras (já pensando numa aposentadoria tranquila) ou imóveis.

Enquanto a decisão não é tomada, uma boa dica é simular os hábitos da rotina de morar sozinho por cerca de três meses. E não pense apenas no aspecto financeiro. Assuma também a responsabilidade pelas suas roupas, manutenção da casa e limpeza, como se realmente já morasse sozinho.

Como economizar para sair da casa dos pais?

Compartilhar