Atualização de privacidade

Lançamos nosso Centro de Privacidade e atualizamos o Aviso de Privacidade. Saiba mais. >

Educação Financeira para todos

A decisão de casar e fazer uma festa para comemorar esta ocasião tão especial é o sonho de muitas pessoas, mas requer uma boa dose de planejamento, principalmente porque organizar uma cerimônia de casamento exige dedicação e envolves valores altos.

Gastos com preparativos

Quais são os principais gastos e como tornar o sonho realidade sem que o início da vida a dois seja repleto de dívidas?

Passo a passo
De acordo com a Proteste – Associação de Consumidores, um casamento deve começar a ser organizado com cerca de um ano de antecedência, levando em consideração dois importantes pontos:

  • Lista de convidados: ela é essencial, já que a maior parte dos produtos e serviços contratados tem no número de convidados sua base para estabelecer preços. Por isso, antes de qualquer coisa, é melhor pensar muito bem: quantas pessoas vocês pretendem convidar?
  • Orçamento: estabelecer um teto de quanto se pretende gastar também é extremamente importante, assim como ir procurar buffet e decoradores sabendo mais ou menos o que se deseja. Dessa forma o casal evita se deixar seduzir pelos prestadores de serviços e, consequentemente, não se afunda em dívidas no início desta nova etapa da vida.

O preço do sonho
Para os mais tradicionais, que escolhem a noite de sábado, reservam a igreja para a cerimônia e sonham com a recepção do ano, com jantar, bebidas sofisticadas, DJ e banda, a recomendação é preparar mesmo o bolso, pois a ocasião pede requinte, do vestido da noiva à decoração da igreja e do local da festa.

Existem alternativas mais baratas, e não menos glamourosas, que podem tornar a data inesquecível, sem pesar demais no orçamento.

Uma opção é casar no final da tarde, por volta de 17h, e oferecer um serviço de chá para os convidados após a cerimônia. Com champanhe para o brinde e um cardápio mais leve, como pede o horário, o custo pode cair bastante.

Outra opção, ainda mais em conta, é realizar o casamento pela manhã e servir um brunch para os convidados. Em cerimônias como esta, o vestido da noiva não precisa ser muito sofisticado, o que já diminui o preço consideravelmente, e os gastos com decoração e buffet também caem.

Na ponta do lápis
Seja qual for a opção do casal, a pesquisa de preço é fundamental e é sempre possível economizar de alguma forma. Seguem algumas dicas para que a noite dos sonhos não vire o pesadelo das suas finanças para os próximos meses.

Convites: após escolher o modelo e os dizeres, faça um bom orçamento nas gráficas e peça desconto. Muitas vezes essas empresas oferecem promoções para quantidades maiores. Lembre-se de ter a lista de convidados correta, para não correr o risco de ter de pedir convites extras. O custo unitário da impressão pode ser bem mais caro do que se você pedir alguns convites a mais, só por precaução.

Traje do Noivo: depois de escolher o estabelecimento onde vai alugar o traje do noivo, informe-se sobre as condições e promoções. Normalmente, quando o noivo pede que todos os padrinhos aluguem a roupa no mesmo lugar, o traje dele pode ser alugado gratuitamente. Alguns lugares, ainda, se o noivo apresentar certa quantidade de padrinhos, oferecem também o aluguel da roupa do pai e do sogro.

Vestido de Noiva: para as mulheres, é mais difícil encontrar promoções, principalmente porque muitas optam por vestidos exclusivos, primeiro aluguel ou até pela compra, para guardar o momento para sempre. No entanto, é possível fazer um acordo com a estilista e ganhar bons descontos nos vestidos das madrinhas e das damas de honra.

Fotografia e filmagem: o ideal é optar por empresas que já trabalham tanto com fotos como com filmagens. Contratar os serviços separadamente será mais caro. Além disso, combine com o fotógrafo um número mínimo de fotos e um desconto para as demais.

Gastos com preparativos

Compartilhar