Educação Financeira para todos

06JANEIRO2020 – Sua planilha de orçamento está em dia? Ao fazer um rápido balanço da sua saúde financeira, você acha que ter acertado ou errado mais? É bem comum, mesmo com toda a disciplina e controle, deixar de alcançar o resultado esperado, por alguns hábitos que são mantidos, e que prejudicam suas contas. 

Hora de rever erros e acertos no seu orçamento!

Confira aqui dicas do que fazer para cuidar melhor do seu bolso: 

  • Mantenha seu orçamento em ordem: controlar a forma como você utiliza o seu dinheiro é o primeiro passo para garantir saúde financeira. Mantenha sua planilha atualizada, e não esqueça: o ponto de partida é sua receita líquida! Os seus gastos devem se ajustar a quanto você ganha, nunca o contrário.
  • Regularize pendências: caso tenha contas em atraso ou perceba que seu orçamento anda bastante apertado, estabeleça uma estratégia de quitação e procure cortar gastos, para aliviar um pouco as contas.
  • Combata os gastos por impulso: observe bem a forma como você consome. Pare e pense, antes de comprar algo: “qual o impacto dessa compra no meu orçamento?”
  • Use o crédito de forma responsável: o crédito pode ser um grande aliado na realização de sonhos de consumo, desde que utilizado com responsabilidade e critério. Cuidado para não assumir mais parcelas do que seu orçamento permite!
  • Cultive o hábito de poupar: procure poupar dinheiro todo mês, mesmo que pouco estabelecendo objetivos de curto, médio e longo prazo.
  • Monte sua reserva de emergência: procure poupar dinheiro para cobrir alguns gastos inesperados. Dessa forma, você protege seu orçamento.
  • Invista o dinheiro poupado: além de poupar dinheiro, você precisa fazê-lo render. Procure opções de investimentos voltadas ao seu perfil e à sua necessidade, observando seus objetivos de curto, médio e longo prazo.

Agora, veja algumas práticas que você deve evitar: 

  • considerar o salário bruto como receita: o valor que deve ser considerado como receita é aquele que efetivamente entra na sua conta bancária, o salário líquido: quanto você ganha depois dos descontos. 
  • ignorar os pequenos gastos: procure relacionar todas as despesas em sua planilha, até mesmo os pequenos valores. Rapidamente vai compreender a diferença e identificar para onde está indo o seu dinheiro. 
  • estimar suas despesas: para facilitar o trabalho, muitas pessoas estimam um valor para alguns grupos de despesas, ao invés de relacioná-las de fato. Essa prática dificulta identificar onde, realmente, você está gastando. 
  • arredondar valores: tanto nas despesas quanto nas receitas, você precisa incluir na sua planilha o valor correto. Qualquer arredondamento pode causar impacto na sua planilha. 
  • ser otimista demais: não inclua na sua planilha receitas que ainda não aconteceram. Se você trabalha por comissão ou tem algum bônus a receber, cuidado. Este dinheiro só deve entrar na sua planilha quando, de fato, ele estiver na sua conta bancária. 

Links relacionados:

Como fazer um orçamento

http://www.financaspraticas.com.br/planejar/orcamento/como-fazer-um-orcamento/como-fazer-um-orcamento

Planejamento Financeiro

http://www.financaspraticas.com.br/planejar/orcamento/planejamento-financeiro

Como Planejar?

http://www.financaspraticas.com.br/planejar/orcamento/planejamento-financeiro/como-planejar

Hora de rever erros e acertos no seu orçamento!

Compartilhar