Educação Financeira para todos

Para uma aposentadoria tranquila, é necessário planejá-la desde cedo. Quanto antes você começar a guardar dinheiro com esse objetivo, menor será seu esforço de poupança mensal. Quer ver um exemplo? 

Planeje a aposentadoria

Se você tem 18 anos e dispõe de R$ 200 por mês para poupar, com 60 anos terá guardado pouco mais de R$ 930 mil, considerando-se, hipoteticamente, um investimento de risco moderado, com rentabilidade de 0,7% ao mês.

Agora, se você tem 40 anos e só agora resolveu pensar na aposentadoria, considerando o exemplo anterior, conseguirá poupar cerca de R$ 120 mil. Para alcançar os mesmos R$ 930 mil, teria que dispor de mais de R$ 1.500 por mês ou investir R$ 200 por mais de 40 anos, o que adiaria bastante a sua aposentadoria.

De acordo com dados do IBGE (dezembro/2015), a expectativa de vida do brasileiro ao nascer, hoje em 75,2 anos, aumenta ano a ano. Além disso, com o maior controle de natalidade e o envelhecimento da população, o perfil do Brasil, antes bem jovem, está mudando. 

Se a expectativa de viver mais é ótima por um lado, torna-se um problema para a economia do País.

Para entender melhor a questão, é preciso, primeiramente, saber que a contribuição à Previdência Social feita pelos ativos (que ainda trabalham) é que cobre os gastos com o pagamento de benefícios aos aposentados.

Quanto menor o número de trabalhadores em idade ativa, menor o número de contribuições, para um total cada vez maior de aposentados. Daí o famoso Déficit da Previdência.

Como mudar este quadro?
Muito se fala em reforma do sistema previdenciário. No entanto, ao trabalhador, para garantir uma aposentadoria mais tranquila, a dica é: planejamento.

Pensar em formas alternativas ao benefício do Governo ou em maneiras de complementá-lo, como a previdência privada, por exemplo, hoje é praticamente essencial quando o assunto é o futuro financeiro! Fique de olho!

Share