Educação Financeira para todos

Quem não gostaria de, em um passe de mágica, resolver todos os seus problemas financeiros? Ou então, para os que estão com as contas em dia, não seria fantástico receber uma alternativa de crédito que lhe possibilitasse reformar a casa, comprar o carro zero ou mesmo pagar a sonhada viagem ao exterior?

Aprenda a evitar golpes

Pois aí vem o alerta: é preciso muita atenção às soluções milagrosas de crédito. Tudo tem um custo e o dinheiro que lhe é oferecido de maneira rápida e prática deverá ser pago em determinado tempo e, o mais importante, com uma correção, calculada pelas taxas de juros.

O dinheiro no tempo
As taxas de juros existem para corrigir o valor do dinheiro no tempo. Vamos a um exemplo: se você fizesse hoje um empréstimo no banco no valor de R$ 5 mil, para pagar daqui a doze meses, certamente o que você comprasse agora não teria o mesmo preço em um ano, por conta da inflação, certo?

Pois um dos objetivos da taxa de juros é este, entre outros, além da proposta de remunerar o banco pela quantia emprestada. E é importante ficar claro que a taxa de juros quando se empresta dinheiro é sempre muito mais alta do que quando você investe seu dinheiro numa aplicação financeira.

Nada cai do céu
Por isso, antes de pensar em assumir qualquer facilidade de crédito, saiba que ele tem um custo, geralmente alto.

E, diante da vida atribulada de todos nós, consumidores, existe uma gama de produtos e serviços milagrosos que você deve observar com atenção, além do "fique rico rapidamente":

  • alternativas rápidas de reabilitação do crédito - no caso de inadimplência, o recomendado é que você renegocie suas pendências diretamente com seu credor. Mantenha a calma e analise a situação com cautela. Isso evita que você caia nos golpes de "quitação rápida" da dívida;
  • clubes de viagem - quem não gostaria de conhecer diversos lugares a um baixo custo mensal? Pense bem e faça algumas contas. Agora responda: isso seria mesmo possível?
  • esquemas de trabalhar em casa - trânsito, filhos pequenos, medo da violência, a constante necessidade de conciliar vida pessoal e profissional. Os argumentos são vários para que sonhemos em trabalhar no "lar, doce lar", certo? Diante disso, não são poucos os e-mails e anúncios de jornal nos fazendo essa oferta. Esteja atento!
  • remédios milagrosos - emagrecimento em duas semanas? Cremes contra estria e flacidez? Cuidado: uma breve consulta ao médico deixará bem claro que soluções mágicas para a saúde são extremamente perigosas.
  • e-mails supostamente enviados por bancos - atenção às mensagens falsas. Não abra links ou complete campos com sua senha e CPF. 

De olho no contrato
Na hora da compra ou do aluguel, seja do que for (imóvel, roupa, carro, serviços de buffet etc.), muita atenção ao contrato. Não assine nenhum documento sem ler.

E a leitura de um contrato requer atenção redobrada. Não se sinta mal por realizar a tarefa de maneira demorada. Você tem esse direito! Procure uma assessoria qualificada. Lembre-se que o fato de assinar o documento significa que aceitou as condições ali propostas. 

Por telefone
O telefone é outro meio que fraudadores utilizam para subornar pessoas e conseguir informações pessoais que servirão, por exemplo, para golpes futuros.

Quem nunca ouviu falar no golpe do falso sequestro? Ou do técnico da empresa de telefonia que constatou um defeito em sua linha e pede para checar o serviço por meio da digitação de uma sequência de números? Algumas formas de clonagem acontecem assim e podem ser feitas tanto via telefone fixo como celular.

Portanto, nunca forneça dados pessoais via telefone ou agende qualquer visita de empresa sem saber a real procedência da ligação.

Bancos ou administradoras de cartão de crédito, por exemplo, nunca pedem a sua senha pessoal via telefone. Além disso, empresas de prestação de serviços básicos não ligam para sua casa para agendar visita sem a sua autorização.

Quando o assunto é golpe, como já diz o ditado: é melhor prevenir do que remediar!

Aprenda a evitar golpes

Compartilhar