Educação Financeira para todos

A oscilação do dólar sempre assusta os turistas, principalmente com a proximidade das férias. Enquanto uns adiam a sonhada viagem internacional em épocas de alta da moeda, outros, já com a passagem em mãos, acabam preocupados com os demais gastos durante o passeio que, com a valorização da moeda norte-americana, podem ultrapassar o orçamento e acabar com o planejamento financeiro.

Na viagem

Para evitar surpresas "desagradáveis" na volta para casa, uma dica é apostar nas formas de pagamento que não estão sujeitas à variação cambial, como os cartões pré-pagos.

Sem surpresas
Por ser cartão pré-pago, o Visa TravelMoney (VTM), não sofre influência das altas e baixas da moeda norte-americana e oferece segurança em relação à cotação do dólar.

O VTM pode ser carregado no Brasil, no valor que o usuário desejar, em dólares, euros ou libra, de acordo com a cotação do dia. O saque é feito em moeda local, em qualquer país, em milhares de caixas eletrônicos. 

Outro benefício do plástico pré-pago é que a cotação da moeda carregada no cartão é um pouco mais baixa do que a cotação de papel moeda (espécie). 

Outros benefícios
Além da segurança em relação à variação da moeda estrangeira, o VTM apresenta outros benefícios. Confira:

  • Segurança: o usuário não precisa carregar a moeda em espécie e, em caso de perda e roubo, o emissor, empresa responsável pela operação do VTM, pode oferecer assistência bem como orientações para qualquer emergência que o usuário tenha em viagens;
  • Facilidade de recarga: é possível recarregar o cartão mesmo estando fora do Brasil, deixando uma procuração;
  • Custos do saque: não há incidência de juros sobre saques no exterior;
  • Controle: o cadastramento no site do banco emissor do VTM permite a consulta ao saldo do cartão, extrato de saques e troca de senha do cartão, além do acesso total a informações sobre números de contato de diversos países e localização de caixas eletrônicos.
Na viagem

Compartilhar