Atualização de privacidade

Lançamos nosso Centro de Privacidade e atualizamos o Aviso de Privacidade. Saiba mais. >

Educação Financeira para todos

Para transferir dinheiro de um banco para outro, você pode optar pela TED (Transferência Eletrônica Disponível), pelo DOC (Documento de Ordem de Crédito) e até mesmo pelos cheques. Cada uma dessas alternativas tem suas particularidades.

Atenção aos custos para TED e DOC

Quanto custa fazer uma TED ou um DOC?
Cada banco define o valor cobrado por transação, o que pode determinar a escolha por uma ou outra opção e responder à questão: “quando fazer DOC ou TED?”. Transações bancárias via internet são mais baratas do que as realizadas presencialmente em agências.

Há ainda ofertas de pacotes de tarifas mensais que incluem um número determinado de operações gratuitas ou até mesmo sua isenção total. Pesquise as regras do seu banco para escolher a melhor opção para você.

A TED serve, por exemplo, para realizar operações com valores mais elevados, já que não apresenta um limite máximo.  É um meio mais rápido para transferir dinheiro, por não haver necessidade de a operação passar pelo sistema de compensação dos bancos. O dinheiro fica disponível no mesmo dia, desde que o emitente tenha saldo na conta.

O DOC (Documento de Ordem de Crédito) é indicado para quem quer realizar transferências bancárias com limite máximo de R$ 4.999,99. Neste caso, o dinheiro é liberado apenas no dia útil seguinte ao do processamento da operação, já que passa pelo sistema de compensação (primeiro pelo banco da pessoa que realizou a transferência, para depois chegar ao banco de quem vai receber o dinheiro).

Há cobrança de tarifa bancária, tanto para TED quanto DOC, definida pela instituição bancária, e podendo, portanto, variar de um banco para outro.

Atenção aos custos para TED e DOC

Compartilhar